O Governo Garante a Poupança?

Nesse post pretendo esclarecer as principais dúvidas de alguns clientes com relação à poupança. Mas a principal é: “o governo garante o meu dinheiro investido na poupança?”

Continue me acompanhando e qualquer dúvida, não deixe de perguntar!

poupança

O governo garante a poupança?

A resposta é não! Em caso de quebra do banco onde você tem dinheiro aplicado, o governo não garante a devolução. A poupança é garantida, exclusivamente, pelo FGC.

O que é FGC?

FGC é o fundo garantidor de crédito, segundo o Bacen é: “é uma entidade privada, sem fins lucrativos, que administra um mecanismo de proteção aos correntistas, poupadores e investidores, que permite recuperar os depósitos ou créditos mantidos em instituição financeira, até determinado valor, em caso de intervenção, de liquidação ou de falência.”

Qual o valor garantido pelo FGC?

O valor total garantido pelo FGC no caso de o banco falir, é de R$ 250.000,00 por pessoa, ou melhor por CPF.

Quais outras aplicações são garantidas pelo FGC?

Além da poupança, outros tipos de aplicações são garantidas pelo FGC, veja quais são:

  • CDB ou RDB;
  • letras de câmbio;
  • letras imobiliárias;
  • letras hipotecárias;
  • letras de crédito imobiliário – LCI;
  • letras de crédito do agronegócio – LCA;

Observe que das aplicações mais populares além da poupança, apenas os fundos de investimento não são garantidos pelo FGC.

Por que continuar acreditando que somente a poupança tem garantia?

Depois dessas explicações acima, se você é um desses clientes que acredita que a poupança é a única aplicação garantida, está na hora de mudar os seus conceitos e começar a verificar se não está perdendo dinheiro.

Por que posso estar perdendo dinheiro na poupança?

Em tempos de inflação alta, o dinheiro que você tem guardado na poupança está perdendo valor, por um cálculo muito simples:

  • Rendimento atual médio da poupança em um mês: 0,59%
  • Inflação IPCA (dez/14): 0,78%

Acho que fica visível que os preços subiram mais (inflação) do que a sua aplicação na poupança.

Como os juros estão altos (SELIC) atualmente (12,25% a.a) está bem mais fácil encontrar aplicações que rendem mais que a poupança.

Portanto, mais do que nunca, é hora de migrar o dinheiro que você tem na poupança para uma outra aplicação de renda fixa. E se você quer que seu investimento seja garantido pelo FGC, escolha uma daquelas opções acima.

OBS: solicite ao atendente no banco informações sobre o rendimento mensal da aplicação que ele vai te oferecer e compare com a poupança. Agora que você já sabe que a poupança está rendendo aproximadamente 0,59% ao mês, qualquer das aplicações que render mais de 0,6% ao mês, você já está no lucro (obs: peça o cálculo do rendimento já descontado imposto de renda).

Não tenha medo

Você ainda está desconfiado de que existem coisas melhores que a poupança? Converse com alguém próximo que você confie e que tenha conhecimento sobre investimentos para te ajudar.

E quando é melhor deixar o dinheiro na poupança?

Agora que já vimos que o governo não garante a poupança, só o FGC que é o mesmo que garante outras aplicações, precisamos discutir brevemente quando é melhor deixar o dinheiro na poupança.

Quando os juros baixam (SELIC) geralmente a poupança dá retornos melhores, o que não é o caso agora em 2015 com a SELIC a 12,25% a.a, ou se o teu banco não tiver nada para oferecer de melhor. Mas se eles não tiverem nada melhor e você tem um bom dinheiro guardado, digo mais de R$ 10.000,00, é uma boa procurar outro banco.

Gostou desse artigo? Espero ter ajudado, e qualquer comentário ou dúvida, escreva abaixo! Continue me acompanhando também pelo facebook!

4 comments

Atenção antes de comentar

  • Verifique se a sua pergunta já foi feita por outro visitante. Não responderei perguntas duplicadas.
  • O prazo médio de resposta é de 7 dias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *